Âncora: Kátia Mattos Biaia, Jornalista e Chefe da Comunicação Social do CRA-RJ.

Entrevistado: Adm. Hugo Rocha Braga, graduado em Ciências Contábeis e Administração de Empresas, Extensão em Gerência Financeira (PUC/RJ); Professor Universitário e Conferencista em Eventos Nacionais e Internacionais nas Áreas Contábil e Financeira. É autor de diversos livros (Demonstrações Contábeis – Estrutura, Análise e Interpretação, 7ª Edição (2009), Editora Atlas S.A. – São Paulo/SP); e artigos técnicos publicados em jornais e revistas especializadas; Foi Diretor Financeiro do IRB-Brasil Resseguros S.A.; Gerente, Superintendente de Normas Contábeis e de Auditoria, Superintendente de Relações com Empresas e Diretor da CVM-Comissão de Valores Mobiliários; Presidente do CRC/RJ-Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro, Presidente do Ibracon-3ª Regional/RJ-Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, Conselheiro Efetivo do CFC-Conselho Federal de Contabilidade; Membro dos Conselhos Fiscais do Banco do Brasil S.A., Dataprev, CAEMI, Embratel, Rhodia-Ster S.A.(M&G), BNDESPAR, BB-Leasing, Diretor-Técnico da Abamec-Rio (atualmente, Apimec-Rio). Associado e Conselheiro Certificado do Instituo Brasileiro de Governança Corporativa(IBGC). Associado do IBEF-Rio. Consultor nas Áreas de Contabilidade e Finanças, tendo elaborado diversos pareceres técnicos para empresas de grande porte e firmas de auditoria e consultoria, nacionais e internacionais. Membro da Comissão Consultiva de Normas Contábeis da CVM; Membro da Comissão de Normas Contábeis e de Auditoria(CANC) da ABRASCA; Membro de Grupos de Trabalho (GT´s) do IBRACON-Nacional e do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) sobre Convergência de Normas Contábeis Internacionais (IFRS).
Foi membro do grupo de trabalho da CVM que elaborou o anteprojeto de lei sobre as mudanças contábeis da lei societária (PL nº 3.741/2000, transformado na Lei nº 11.638/07).
Participou de cursos, congressos, seminários e convenções sobre contabilidade, finanças, governança corporativa, no Brasil e no exterior; é membro do ISAR/UNCTAD/UN (Grupo Intergovernamental de Espe tas em Padrões Internacionais de Contabilidade e Divulgação de Informações, da Organização das Nações Unidas-ONU), tendo participado das sessões anuais (em Nova Iorque, depois em Genebra), desde o ano de 1990 até 2010.

Assuntos: A Governança Corporativa e o Administrador

– Por que “Governança Corporativa”?
– Qual o objetivo da “Governança”?
– Como Funciona hoje em dia a governança corporativa?
– Qual a sua relação com a Administração?
– O que a “Governança” tem a ver com o momento presente da economia mundial?